• Bom, todos nós sabemos que quando você ataca um inimigo, você inflige danos a eles. Mas você sabe como é determinada a quantidade de dano?

  • Eu sei! Você inflige mais danos se usar uma arma mais forte e menos danos com armas mais fracas… Acertei?

  • Nossa! Acertou na lata! Você está rápida demais hoje!

  • Ha, ha! Ah, Anna… Não fala assim que eu fico com vergonha.

  • Contudo, é um pouco mais complicado que isso.

  • Vamos aproveitar essa oportunidade para aprender como danos são realmente calculados?

Básico sobre cálculo de danos

Danos causados nos inimigos são determinados multiplicando Atq., Efi (eficácia) e vantagem ou desvantagem no triângulo da armas (TA) de quem ataca e, em seguida, subtraindo do resultado a Def. ou Res. do inimigo e os efeitos do terreno defensivo.

([Atq.] x [Efi] x [TA]) – [Def. ou Res. do inimigo] – [Efeito do terreno] = Dano

Obs.: Decimais são cortados em cada etapa do cálculo.

Efeitos do terreno defensivo

Enquanto estão no terreno defensivo, aliados recebem um bônus de redução de danos equivalente a 30% de sua Def. ou Res. Inimigos também podem receber esse bônus, então proteja o terreno defensivo antes que eles ganhem vantagem.

Exemplo de cálculo de danos

Vamos supor que uma Lyn: Dama do vento (verde/arco/eficaz contra inimigos voadores) com 45 de Atq. ataca um ginete alado (azul/lança/voador) com 30 de Def. no terreno defensivo. Como calculado abaixo, o dano resultará em 41.

(45 [Atq.] x 1,5 [Efi.] x 1,2 [vantagem no TA]) – 30 [Def. do inimigo] – 9 [Efeito do terreno] = 41 (Dano)

Obs.: Decimais são cortados em cada etapa do cálculo.